Serial Killer - Em meados dos anos 70, o agente do FBI Robert Ressler, autor de vários livros sobre assassinos em série, usou o termo - que já existia antes, mas era pouco popular - para definir: "alguém que mata por satisfação pessoal". A expressão foi inspirada nos filmes em série (exibidos em capítulos no cinema), que eram famosos entre os americanos na época.

Histórias de assassinos em série ou serial killers não são novidade para o mundo da ficção. O nosso imaginário sempre é capturado por tramas que abordam este tema, desde Jack o Estripador pseudônimo dado a um assassino em série, não identificado, que agiu no distrito de Whitechapel em Londres na segunda metade de 1888, passando por Hannibal Lecter que arrebatou o mundo nas telas de cinema em 1991 até mais recentemente com a série televisiva Dexter, sempre cultivamos uma curiosidade mórbida pelos atos horríveis praticados por estes seres.

Widowed é uma série que traz seu próprio toque ao gênero.  A história começa com uma cena de crime, onde o FBI encontra a vítima mais recente do assassino em série denominado Widowmaker, este ataca apenas casais e mata  um dos dois, deixando o outro como espectador para que morra ou então seja encontrado pela policia. Rose Serafino sobreviveu ao Widowmaker, à história acompanha a dolorosa e surpreendente recuperação desta personagem.

Widowed #1 é trazida até nós pelo escritor Adam Wollet e pelo desenhista Marcelo Salaza.